http://www.makepovertyhistory.org

Tuesday, June 07, 2005

Poetisa aprendiz

Olho num rasgo
A ondulação do teu corpo
A luz a tentar entrar
A incitar ao nosso amar.

O tentar penetrar
E transformar
Este amar
Num único sopro de ar.

E depois do amar
O aninhar
O agarrar por detrás
E estar.

O silêncio a respirar
Os corpos a transpirar

A mente a repousar ...

Sandra Garcia

2 Comments:

Blogger lazuli said...

Aprendiz é como quem diz..(até rima);
Pois quem escreve assim..tem na alma a poesia...
Im beijo*

6:20 PM  
Anonymous Baunilha said...

"Aprendiz", porque falas a língua dos poetas...muito intenso, a despertar os sentidos; todos.

1:18 PM  

Post a Comment

<< Home